BUSCAR NO SITE:

Notícias

“Encontrei esse escravo aqui”, diz universitário em post nas redes sociais

Postado em 10/03/2018 11:54 - Atualizado em: 10/03/2018 11:54
Share Button

Um aluno da Faculdade Getulio Vargas (FGV), no Centro de São Paulo, tirou uma foto de outro estudante da mesma instituição e compartilhou em um grupo de Whatsapp com a frase: “Achei esse escravo no fumódromo! Quem for o dono avisa!”. A vítima registrou boletim de ocorrência por injúria racial e o autor da foto foi suspenso da faculdade por 3 meses.

O boletim de ocorrência foi feito na 4º Distrito Policial da Consolação, na região central da cidade, nesta quinta-feira (8), mas o caso está sendo investigado pelo 5º Distrito Policial – Aclimação.

Em nota, a FGV de São Paulo disse que suspendeu o aluno das atividades curriculares por três meses e que ele está impedido de frequentar a escola durante a apuração dos fatos pelas autoridades competentes. “Firme em sua postura de repúdio a toda forma de discriminação e preconceito, a FGV, tão logo tomou conhecimento dos fatos, tal qual prevê seu Código de Ética e Disciplina, de imediato aplicou severa punição ao ofensor”, diz a nota.

O Coletivo Negro 20 de novembro da FGV publicou uma nota de repúdio em sua página nas redes sociais. “Como coletivo, como negros e como pessoas tentamos todos os dias afirmar nosso lugar dentro de uma fundação majoritariamente branca. Até porque não deveríamos nos sentir segregados, separados ou humilhados, como bem diz a Constituição Federal em seu artigo 5: Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza…”. No texto, o coletivo reafirma a necessidade do movimento negro ocupar o espaço acadêmico para lutar contra o racismo e o discurso de ódio:”Soltos, livres e, se alguém perguntar, sem donos.”

Outras Notícias

Anunciantes Premium!


Coloque o seu Anúncio aqui!

BUSCAR NO SITE: