BUSCAR NO SITE:

Politica

Coronel prestigia ato do governo em apoio a comunidades indígenas e quilombolas

Presidente da Alba elogiou os investimentos governamentais em favor das populações mais carentes..

Postado em 27/02/2018 16:47 - Atualizado em: 27/02/2018 16:47
Share Button

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Angelo Coronel (PSD), voltou a elogiar os investimentos do Governo Estadual em programas sociais. “A Bahia hoje é inconteste o Estado brasileiro que mais beneficia a sua gente. Esta satisfação que observamos aqui, tenho visto em nossas andanças pelos municípios. Nada vai abalar esse trabalho. A Bahia é livre, e assim vai continuar. Quem trabalha, merece continuar fazendo pela Bahia”, defendeu.

A afirmação do chefe da Alba foi feita durante a assinatura, pelo Palácio de Ondina, de dois editais do Programa Bahia Produtiva, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), no valor de R$ 9 milhões cada, com vista à Seleção de Subprojetos Socioambientais destinados às Comunidades Indígenas e Quilombolas.

Solenidade aconteceu num lotado auditório da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), no CAB, na manhã desta terça-feira (27). Nesta quinta-feira (1º/03), a SDR já começa a receber as propostas da Chamada Pública nº 12/2018, informou o titular da pasta, secretário Jerônimo Rodrigues.

Governador Rui Costa (PT) destacou o propósito do governo de superar a pobreza no Estado, e pediu o apoio de todos. “A história das civilizações mostra que somente os povos que se mobilizaram, que trabalharam, conseguiram superar as dificuldades. Precisamos virar esse jogo, mostrar ao Brasil que somos um povo de raça, forte”, conclamou.

O chefe do Executivo estadual falou da importância de se investir nas comunidades indígenas e quilombolas, e lembrou de outros dois editais do governo, lançados ontem, no valor total de R$ 80 milhões, para recuperação e construção de equipamentos produtores de alimentos no interior do Estado, visando a geração de emprego e renda para as comunidades mais carentes.

Governador observou que a Bahia é a 20ª entre as 27 federações do país em arrecadação per capita (por habitante), perdeu R$ 250 milhões do Fundo de Participação dos Estados (recursos repassados pelo Governo Federal aos Estados) no ano passado, e “estamos na dianteira dos investimentos feitos na agricultura familiar”, comentou.

Levantamento do Jornal Folha de São Paulo, divulgado semana passada, apontou a Bahia como o 2º Estado do país que mais destinou recursos, R$ 2,48 bilhões, para obras e ações que beneficiam diretamente a população. São Paulo foi o primeiro.

Deputada Fátima Nunes (PT) falou da “grandeza dos editais” nesse momento difícil da vida nacional e elogiou as preocupações do governo baiano em capacitar, com trabalho e cultura, povos quilombolas e indígenas.

Prestigiaram ainda o ato de assinatura os deputados estaduais Zé Neto (PT), Fabíola Mansur (PSB), Marcelino Galo (PT), Marquinho Viana, (PSB), Bira Coroa (PT), Gika Lopes (PT), Maria Del Carmen (PT) e Ângelo Almeida (PSB), além dos federais Antônio Brito (PSD), Afonso Florence (PT) e Davidson Magalhães (PCdoB), secretários de estado, prefeitos e vereadores.

FOTOS: VANER CASAES

Outras Notícias

Anunciantes Premium!


Coloque o seu Anúncio aqui!

BUSCAR NO SITE: