BUSCAR NO SITE:

Interior da Bahia

Camaçari: subsecretário da Sedur diz ao MP que secretária comanda quadrilha

Postado em 15/02/2018 8:47 - Atualizado em: 15/02/2018 8:47
Share Button

Em depoimento ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) no início do ano, o subsecretário da Secretaria de Desenvolvimento Urbano de Camaçari, José Matos, declarou ter conhecimento que a secretária da pasta, Juliana Franca Paes, atua como líder de uma quadrilha que negocia pagamento de propina para conceder Alvarás e AOP’s (análise de orientação prévia) para empresas imobiliárias.

O grupo é formado por advogados, servidores públicos e até o próprio marido de Juliana Paes, Aridã de Souza Carneiro.

Na última quinta-feira (8), o MP denunciou a chefe da Sedur pelos crimes de associação criminosa, corrupção passiva e peculato, e pediu à Justiça a decretação de sua prisão preventiva.

Juliana foi a principal assessora de Silvio Pinheiro na Secretaria Municipal de Urbanismo [antiga Sucom] na prefeitura de Salvador em 2015 e responsável pela coordenação do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU).

No termo de declaração assinado no MP, o subsecretário José Matos diz que o bando arrecada quantias vultuosas e confirmou saber de exigência de pagamento de propina aos empresários dos empreendimentos Incorplan, Naturaville, entre outros. Declarou também ser contrário às práticas mas quando tentou intervir “recebeu grosserias e ofensas” da secretária Juliana.

“Juliana está como secretária da Sedur por imposição do grupo, que custeou a campanha do prefeito Elinaldo (DEM), isto é, o grupo do prefeito [ACM] Neto e Paulo Azi [deputado federal pelo DEM]”, narrou Matos.

Com informações do site Camaçari Alerta.

Outras Notícias

Anunciantes Premium!


Coloque o seu Anúncio aqui!

BUSCAR NO SITE: