Notícias

Postado em 04/07/2016 5:31

Taxista que agrediu cantora no Rio Vermelho é preso

Polícia chegou até o endereço do taxista através da dona do alvará.

Share Button
Share Button

O taxista Antônio Ricardo Rodrigues Luz, acusado de agredir a cantora Aiace Félix, foi preso no início da tarde desta segunda-feira (4). Ele foi detido em casa, na Rua Alto do Gantois, na Federação, por volta das 13h.

A polícia chegou até o endereço do taxista através da dona do alvará. Ele também pode perder a autorização para trabalhar com táxi.

Também nesta segunda-feira (4), a Secretaria Municipal da Mobilidade (Semob) abriu um processo administrativo contra Antônio Ricardo, que trabalhava como motorista auxiliar.

O processo também inclui a dono do alvará – que, por sua vez, pode perder a licença do veículo.

Entenda o caso

A cantora Aiace Félix, vocalista da banda Sertanilla, que foi denunciou, através de um post no Facebook, ter sido agredida por um taxista durante a madrugada deste último domingo (3), prestou depoimento para a polícia sobre o caso na manhã desta segunda-feira (4). Após este depoimento, prestado na 7ª Delegacia, localizado no bairro do Rio Vermelho, foi possível identificar a pessoa que a agrediu.

O nome apontado pela polícia é de Antônio Ricardo Rodrigues Luz. Ele já foi intimado para depor. Aiace alega que foi agredida pelo taxista após deixar a boate Commons, onde ela se apresentou. A cantora relatou que a agressão aconteceu porque ela defendeu a irmã do assédio de Antônio Ricardo.

“Nessa madrugada, saindo da Commons, eu fui agredida com 3 socos no rosto por um motorista de Taxi. Estávamos eu, minha irmã e uma amiga andando em direção ao Largo da Mariquita por volta das 05h:30 quando esse motorista, que estava parado na fila de Taxi em frente a casa, assediou minha irmã. Quando fui pedir por respeito, embora seja óbvio que ele é meu por direito, o taxista se sentiu incomodado por eu tê-lo confrontado e me respondeu de forma bem agressiva reiterando o assédio. Eu segui andando com as meninas quando ele deu uma ré super brusca tentando atropelar a mim e as meninas. Um rapaz que passava na hora me puxou e evitou que algo mais grave acontecesse. Não satisfeito, o taxista saiu do carro, veio na minha direção e me deu 3 socos no rosto, atingindo meu olho direito, minha boca e o ombro/pescoço. Como resultado, ganhei uma lesão na córnea e alguns hematomas pelo corpo.”, disse Aiace Félix em sua conta no Facebook.

Outras Notícias:

Pedofilia

Mulher de 38 anos é presa após sexo até 15 vezes com adolescente

Uma mulher casada, de 38 anos, confessou ter feito sexo, entre oito e 15 vezes, com um adolescente d...

Paripe

Artistas promovem oficinas gratuitas para jovens da periferia; última etapa oco

Iniciado nesta segunda-feira (20) e com encerramento no próximo sábado (25), o Mutirão Mete Mão ...

Esporte

Com golaço de Juninho e estrela de Edigar, Bahia vence o Fortaleza na Fonte; ve

    O Bahia voltou a se impor na Arena Fonte Nova e, com tranquilidade, venceu o...

Câmara dos Deputados

Câmara aprova projeto que libera terceirização de atividades nas empresas

Mesmo sob forte protesto da oposição, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou hoje (22) o Pro...

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCAR NO SITE:

CLIQUE NO X PARA FECHAR