BUSCAR NO SITE:

Outras Noticias

Suposta mãe de bebê achada em matagal diz que abandonou filha por achar que seria agredida

Mulher mora no Espírito Santo, mas criança foi abandonada no interior da Bahia.

Postado em 11/09/2018 21:51 - Atualizado em: 11/09/2018 21:51
Share Button

A mulher apontada como mãe da bebê que foi abandonada ainda com o cordão umbilical, em um matagal na cidade de Conceição da Feira, no interior da Bahia, foi localizada pela polícia. A suposta avó da criança também foi localizada e as duas passaram por um exame de DNA para confirmar o parentesco com a menina. O resultado, no entanto, ainda não ficou pronto.

Em depoimento na segunda-feira (10), as duas, que moram em Vitória, capital do Espírito Santo, explicaram a situação. A suposta mãe da menina, identificada como Nilda Vieira Dias dos Santos, de 39 anos, alegou que tem problemas mentais e que pegou carona com caminhoneiros para a cidade onde a criança foi encontrada.

Nilda alegou que foi até o município em busca de uma cura espiritual para o problema de saúde, no entanto, ao chegar à cidade, sentiu as dores do parto e deu à luz no fundo de um galpão de uma empresa desativada. Após a ação, ela contou que fugiu do local e abandonou a criança porque um homem se aproximou e ela ficou com medo de ser agredida.

Após deixar a recém-nascida, ela pegou carona com três caminhoneiros diferentes e voltou para casa. Ao chegar em Vitória, ela teria contado a história para a companheira e para a mãe dela, que a levaram para uma policlínica. No local, ela foi diagnosticada com uma infecção e passou dois dias internada.

Em depoimento, a mãe da mulher afirmou que ela teve um filho há 17 anos, enquanto curtia o carnaval de rua. A criança e a mulher foram socorridas e chamaram o Corpo de Bombeiros. Atualmente, o rapaz é criado pela avó.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil em Conceição da Feira e o Ministério Público (MP) de São Gonçalo.

Outras Notícias

Anunciantes Premium!


Coloque o seu Anúncio aqui!

BUSCAR NO SITE: