Notícias

Postado em 28/05/2016 10:11

Sem acordo, rodoviários apostam em greve a partir do dia 31; Veja documento

.

Share Button
Share Button

Meia noite do dia 31 de maio. Esta é a data marcada para ter início a greve dos rodoviários por tempo indeterminado, conforme documento do sindicato do qual o site Bocão News teve acesso, assinado pelo presidente Hélio Ferreira. Em conversa com o Bocão News, na manhã deste sábado (28), Ferreira confirma que o documento está pronto e deflagra a greve para a próxima terça-feira. Entretanto, o presidente garante que o documento não deflagra a greve, mas lhe dá respaldo jurídico para manter a legalidade da paralisação. “Este documento faz parte dos trâmites jurídicos. Pode ser que não haja greve. Isso, se os empresários fizerem uma proposta e desistirem de negociar somente em novembro”, afirmou.

O sindicato dos rodoviários reivindica 11.33% de aumento no salário e no ticket alimentação, redução da contrapartida dos trabalhadores no ticket de 12% para 10% e unificação dos salários dos profissionais da manutenção, considerando o valor mais alto pago atualmente.
Os empresários devem apresentar contraproposta na manhã da segunda-feira (30), em duas reuniões agendadas no Ministério Público da Bahia e no MTE. Às 15h, os trabalhadores se reúnem em assembleia no ginásio de esportes do Sindicato dos Bancários, no Centro, quando decidirão pela possibilidade de greve.
Em entrevista concedida ao apresentador José Eduardo, na Rádio Metrópole, na manhã de quarta-feira (25), o diretor de Relações Institucionais do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Salvador (Setps), Jorge Castro, afirmou que o objetivo é retormar estas negociações somente em novembro. “Fizemos várias negociações e o que estamos solicitando ao sindicato é a compreensão do momento econômico e político. As empresas passam por dificuldades financeiras. Não é uma recusa de negociação”, ressaltou Castro.
Caroline Gois – Bocão News

Galeria de Fotos

BUSCAR NO SITE: