Notícias

Postado em 06/06/2016 1:30

“Que desgraça de malandragem é essa que um parceiro não protege o outro?”, questiona mãe de traficante morto na Federação. Assista!

.

Share Button
Share Button

Álvaro José Fernandes Félix, conhecido como Rato ou Alvinho, que era apontado como um dos responsáveis pela morte do soldado PM Rosas, foi executado na localidade conhecida como Forno, no bairro da Federação. De acordo com testemunhas em contato com o Informe Baiano, ele tinha relação com o tráfico de drogas e era parceiro do marginal Barbudo. Ele chegou a ser alvo da “Operação Paz e Bem” da SSP na região, porém, não foi localizado.

Em nota a Polícia Militar afirmou que o crime ocorreu neste domingo (5), por volta de 16 horas. “Guarnições da 41ª CIPM, encontraram, em via pública, o corpo de um homem vitimado por disparos de arma de fogo. Os policiais isolaram a área e acionaram a Polícia Civil, responsável pela investigação, para a adoção das medidas legais, efetuando também rondas e abordagens na região para tentar identificar possíveis autores do fato”.

No vídeo que circula em grupos de WhatsApp, a mãe da vítima lamenta o ocorrido e questiona o posicionamento dos comparsas do filho. “Que desgraça de malandragem é essa? Um parceiro não protege os outros?” Ela afirma ainda que o “filho corria atrás do prejuízo dos outros”.

Assista!

Galeria de Fotos

BUSCAR NO SITE: