Notícias

Postado em 12/02/2016 3:08

Professores da rede municipal se preparam para receber alunos

.

Share Button
Share Button
As aulas na rede municipal de ensino só começam na segunda-feira (15) mas educadores e gestores escolares já estão se preparando para a chegada do ano letivo. Entre hoje (11) e amanhã (12) os sete mil profissionais de educação de todas as 440 unidades escolares da rede estão participando da Jornada Pedagógica, evento que reúne todos os educadores para pensar projetos e ações que serão implementadas ao longo de 2016.
De acordo com a Diretora Pedagógica da secretaria de Educação (Smed), Joelice Braga, além de discutir as práticas pedagógicas e estratégias para alcance das metas escolares, este momento também serve como uma ação de acolhimento entre os profissionais. “É com esse planejamento que as escolas sabem o que acompanhar e o que devem perseguir. E é também o momento de reencontro e de confraternização, sendo, portanto, muito importante para todos os profissionais da educação e para toda a nossa rede de ensino”, frisou.
Na Escola Municipal de São Gonçalo do Retiro, reconstruída pela Prefeitura e entregue à população em julho de 2015, cerca de 20 professores se reuniram para executar o planejamento do ano letivo. “Além das atividades de preparação, realizamos a dinâmica do abraço coletivo. Ela é importante porque quando abraçamos sentimos que o coração do outro também é nosso e é esse sentimento de respeito e caridade que nós queremos vivenciar durante o ano”, destacou o diretor da escola, Leonardo Nascimento.
Apenas nesta unidade estão matriculados 532 alunos, número superior ao ano passado, quando estudaram 325 crianças. “Após a reconstrução da escola podemos acolher muito mais crianças e a tendência é que possamos atingir a capacidade total que é de 550 alunos”, destacou o gestor.
Amanhã as atividades na escola serão dedicadas ao planejamento individual e a arrumação das salas de aula. “Este ano vou ficar com uma turma que eu já conheço, mas que também tem novos alunos. Será maravilhoso porque junto com eles poderei colocar em pratica atividades como as oficinas de grafite e hip hop, que foram sugeridas pelos alunos no ano anterior, mas não tivemos tempo hábil”, relatou a professora Maria Glacia Bastos.
A educadora afirmou que além dos conteúdos didáticos é importante que o mestre tenha recursos para atrair os olhares dos alunos. “No ano passado meus alunos não faltaram nem mesmo no final do ano. A gente tem que trazer para a sala de aula um encanto que o aluno com 12 ou 13 anos não vê mais na escola. Com essa idade ele já ganha um pouco de liberdade e perde esse brilho pela escola. O nosso papel é trazer um pouco deste encanto de volta e aí entram as atividades colaborativas, como essas oficinas”.

Galeria de Fotos

Outras Notícias:

IPVA

Veículos com placas de final 7 e 8 têm desconto de 5% no IPVA até esta semana

Os contribuintes que possuem veículos com placas de final 7 e 8 têm até esta quinta (27) e a sext...

Coutos

Voluntários realizaram mutirão de limpeza para combate da dengue em Coutos

Os moradores de Coutos realizaram neste final de semana um mutirão de limpeza para combater focos d...

Paripe

Mototaxistas protestaram em Paripe contra más condições de pista na BA-528

Um grupo com cerca de 40 motociclistas protestou na tarde desta terça-feira (25), no bairro de S...

Paripe

Mototaxista é morto após falsa corrida em Paripe, diz polícia

Um mototaxista morreu após ser baleado em um assalto na orla de São Tomé de Paripe, em Salvador...

Comentários:

BUSCAR NO SITE: