Notícias

Postado em 25/08/2016 5:52

Prepare-se para mais um aumento: Preço do gás de cozinha vai subir em setembro

.

Share Button
Share Button

Revendas de GLP, já estão sendo comunicadas pelas suas Companhias Distribuidoras, do novo aumento do gás de cozinha que entrará em vigor no início de setembro.

O aumento anunciado pelas Distribuidoras, esta em média de 10%, e refere a ajustes de custos operacionais bem como aos dissídios coletivos que ocorrem regularmente no mês de setembro.

A ASMIRG-BR alerta ao setor revenda que, além do aumento no seu preço de compra, as revendas também sofrerão com o aumento do custo referente aos acordos coletivos que ocorrem em setembro.

Novo preço venda do gás = novo preço de compra do gás com aumento + aumento de custos relativos aos novos salários das categorias+ sua margem de lucro.

Como cada revenda tem um custo operacional especifico, orientamos a todos que refaçam sua analise do impacto deste aumento e de seus custos. Para este calculo, a ASMIRG disponibiliza planilha de avaliação de custos em www.asmirg.com.br/legislacao/ .

A ASMIRG-BR destaca que, o preço do GLP na Petrobrás sem impostos de um botijão de 13 Kg, está na casa dos R$ 13,00, e que a Petrobras mantém seu preço praticamente constante a mais de uma década. E este cenário tende a se agravar com a possível já anunciada venda da Liquigás para empresas do setor.

O risco de um monopólio em nosso setor é real e já denunciado por esta associação junto ao Gabinete da Presidência da República, CADE, TCU, CME e MME. Porém, observamos que o processo de venda corre como se estivéssemos vendendo um mero patrimônio, ignorando a relevância e a função da Liquigás no mercado nacional como empresa balizadora de mercado.

Galeria de Fotos

BUSCAR NO SITE: