Notícias

Postado em 20/10/2015 3:33

Preço de frutas e hortaliças caiu em setembro, diz Conab

Causa da queda de preços foi a redução do clima favorável para produção, aliada à diminuição do consumo.

Share Button
Share Button

Os produtos hortifrutigranjeiros que mais caíram de preços nas centrais de abastecimento (Ceasas) no mês passado foram tomate, cebola e melancia, informa boletim divulgado nesta segunda-feira (19), pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O preço da cebola chegou a cair 49% em São Paulo, enquanto o do tomate e da melancia teve queda de 26,9% e 20,7%, respectivamente, em Belo Horizonte.

O levantamento da Conab tomou por base os preços praticados nas Ceasas de Vitória, Belo Horizonte, do Rio de Janeiro, de Curitiba, Campinas (SP) e na Ceagesp de São Paulo. Nos próximos boletins, poderão ser incluídas também as centrais de Goiânia, do Recife, de Fortaleza e Rio Branco.

Tomate foi o produto com maior queda nas Ceasas no mês de setembro

As hortaliças selecionadas nesse levantamento foram alface, tomate, batata, cebola e cenoura. A queda do preço do tomate foi registrada também nas Ceasas de Vitória (23%), do Rio de Janeiro (22,9%), de São Paulo (19,3%), Campinas (17,5%) e Curitiba (14,1%). Segundo o boletim da Conab, a tendência de queda deve continuar neste mês, mas de forma menos intensa.

A causa da queda de preços foi a redução do clima favorável para produção, aliada à diminuição do consumo. De acordo com a Conab, o movimento de baixa nos preços é característico desta a época do ano. Com preço mais baixo, o tomate deixou de ser o vilão de seu grupo na composição do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O preço da cebola também caiu: 49% em São Paulo e 39,4% em Curitiba. A cenoura ficou mais barata em todas as centrais de abastecimento, com exceção do do Rio de Janeiro, onde teve alta de 1%.

A melancia ficou mais barata todos os mercados pesquisados, menos no Rio de Janeiro, onde houve aumento de 3,3%, na comparação com agosto. Em São Paulo, o preço caiu 2,8%; em Vitória, 9,4%; em Campinas, 12,2%; em Curitiba, 14,7%; e em Belo Horizonte, 20,7%.

As frutas pesquisadas foram banana, laranja, maçã, mamão e melancia. O mamão teve a segunda maior redução na maioria das centrais, acompanhado de perto pela banana. A exceção foi o Rio de Janeiro, com aumentos de 8,4 e 7,9%, respectivamente.

Fonte: Correio 24 Horas
Foto: Google

Outras Notícias:

Policia

Final de Semana Violento! Jovem executado a tiros dentro de casa no Alto do Cruz

Um rapaz conhecido como “Pepinho’ foi assassinado no Alto do Cruzeiro, em Cosme de Farias, na ta...

Emprego

Vagas de emprego para segunda-feira (16)

O Serviço Municipal de Intermediação de Mão-de-obra (SIMM) oferece vagas de emprego para segunda...

Alto de Coutos

Jovem é morto com 7 tiros dentro de borracharia em Alto de Coutos

Na noite deste sábado (14), um jovem foi morto na borracharia que ele possuía no bairro de Alto de...

Vista Alegre

Homem é assassiando em bar no bairro de Vista Alegre

Um homem identificado como , Vinícius Pablo Rangel de Souza, 28 anos de idade foi morto com vários...

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCAR NO SITE: