Notícias

Postado em 01/08/2016 9:46

PM aborda 2 mil pessoas para coibir baderna e uso de drogas na Ponta de Humaitá

.

Share Button
Share Button

Pessoas urinando em muros, som em alto volume, uso de drogas, álcool e muita desordem. Tudo isso com a participação de adolescentes, foi o suficiente para deixar os moradores da região da Ponta de Humaitá, no bairro do Bomfim, em Salvador, em desespero. Eles apelaram à Polícia Militar com diversas denúncias, o que resultou na operação “UDE-GARAME (Chave de Braço)”, realizada pela 17ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), na noite deste domingo (31).

Durante a operação, que teve início às 19h30 e finalizou às 21h30, guarnições da 17ª (CIPM) abordaram duas mil pessoas com o objetivo de coibir baderna, uso de drogas como maconha, crack, cocaína e bebidas alcoólicas, além da poluição sonora e a corrupção de menores, no local que é um dos mais importantes pontos turísticos de Salvador.

Segundo os policiais da 17ª CIPM, a área foi cercada e foram encontradas bebidas alcoólicas e pacotes de maconha, que estavam entre adultos, adolescentes e crianças. Os policiais organizaram a abordagem em grandes filas, separando por idade. Os menores foram liberados com a presença de responsáveis. A polícia ainda informou que diversas vezes, os jovens já foram avisados que não podem se reunir naquele local.

A 17ª CIPM fez questão de ressaltar que não será tolerado nenhum tipo de desordem naquela região, e outra que faça parte do perímetro coberto por esta companhia.  Para reunião popular, os organizadores precisam de autorização prévia da Prefeitura de Salvador e da Polícia Militar.

Em nota à imprensa, o Departamento de Comunicação Social (DCS) destacou que a 17ª CIPM atuou de forma preventiva e que os pais dos menores encontrados no local foram contatados para comparecerem na área. Leia a íntegra da nota:

A 17ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) abordou, na noite de domingo (31), as pessoas que estavam reunidas na Ponta do Humaitá após moradores denunciarem o uso de drogas e comportamento baderneiro por parte dos jovens no local. A PM atuou de forma preventiva e não flagrou ninguém com drogas na abordagem, sendo todos liberados em seguida. A guarnição localizou depois seis trouxinhas de maconha no chão. Como boa parte era adolescente, os policiais entraram em contato com os pais/responsáveis e alguns deles compareceram no local.

Galeria de Fotos

BUSCAR NO SITE: