Notícias

Postado em 10/09/2015 9:42

PF desarticula fraude em pagamento de prêmio em loterias da Caixa

.

Share Button
Share Button

A Polícia Federal desencadeia, nesta manhã (10), a “Operação Desventura” com objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada em fraudar o pagamento de loterias da Caixa Econômica Federal por meio da validação fraudulenta de bilhetes de loteria.

Estão sendo cumpridos 54 mandados judiciais, sendo cinco prisões preventivas, oito temporárias, 22 conduções coercitivas e 19 buscas e apreensões, nos estados de GO, BA, SP, SE, PR e no DF.

O esquema criminoso consistia em validação de bilhetes falsos por gerentes da Caixa que viabilizavam o recebimento do prêmio por meio de suas senhas. Os gerentes eram recrutados por correntistas do banco com grande movimentação financeira, entre eles um ex-jogador de futebol da seleção brasileira.

Os valores dos prêmios não sacados seriam destinados ao Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Em 2014, ganhadores de loteria deixaram de resgatar 270,5 milhões em prêmios da Mega-Sena, Loteca, Lotofácil, Lotogol, Quina, Lotomania, Dupla-sena e Timemania.

A investigação conta com o apoio do Setor de Segurança Bancária Nacional da Caixa Econômica Federal.

Os envolvidos responderão por organização criminosa, estelionato qualificado, tráfico de influência, corrupção ativa e passiva, falsificação de documento público, evasão de divisas.

Acompanhe nosso Twitter: https://twitter.com/agenciapf
‪#‎euconfionaPF‬ ‪#‎SomosFortesnaLinhaAvançada‬ ‪#‎PFemAção‬

Outras Notícias:

Paripe

SineBahia Móvel finaliza ações de março em Paripe (30 e 31)

Chegou a vez de o subúrbio ferroviário contar com os serviços do SineBahia Móvel. Serão dois di...

Febre Amarela

PARIPE-BARRA-BROTAS: Sobe para três o número de macacos mortos por febre amare

Após a descoberta de um macaco morto por febre amarela na Vila Laura, em Brotas, a...

Lava Jato

Ministério Público Eleitoral pede a cassação de Michel Temer ao TSE

O Ministério Público Eleitoral (MPE) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a cassação do pr...

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCAR NO SITE: