Bahia

Postado em 05/07/2016 5:31

Pedidos de falência no país crescem 26,5% no 1º semestre

.

Share Button
Share Button

Os pedidos de falência no Brasil aumentaram 26,5% no primeiro semestre ante mesmo período de 2015, informou nesta segunda-feira a Boa Vista SCPC, ilustrando a recessão no país, combinada com juros altos e a inflação elevada.

De janeiro a junho, credores fizeram 1.098 pedidos de falência. Já os pedidos de recuperação judicial, nos quais as empresas pedem proteção contra credores, somaram 1.078 ocorrências, um salto de 113,5 por cento na comparação anual.

Considerados apenas os números de junho, os pedidos de falências aumentaram 22,8% sobre mesmo mês de 2015 e 20,2% ante maio, enquanto os de recuperação judicial avançaram 77,7% na comparação anual e 21,5 por cento ante maio.

“O crescimento das falências no primeiro semestre de 2016 é bem mais significativo do observado no primeiro semestre de 2015, quando os pedidos acumulavam alta de 9,2 por cento”, afirmou a Boa Vista SCPC no relatório.

O setor de serviços respondeu por 40 por cento dos pedidos de falência no primeiro semestre, seguido do setor industrial, com 34 por cento, e do comércio, com 26 por cento.

Fontes: R7.

Outras Notícias:

Programa Primeiro Passo

Beneficiários do Primeiro Passo devem realizar atualização cadastral

Beneficiários do programa Primeiro Passo devem realizar atualização cadastral para que não tenha...

Boiadeiro

VEJA O VÍDEO! Noite de pânico no Subúrbio Homens tentam Assaltar ônibus um m

Segundo um vídeo que circula nas redes sociais, quatro homens tentaram assaltar um ônibus da linha...

DHPP

Jovem Morto a tiros no Boiadeiro-Plataforma

Segundo Informação o Jovem conhecido como Anderson Pereira Santos de 18 anos de idade, foi Morto...

Emprego

Contrata-se estudante de pedagogia que more em Itacaranha ou bairro próximo

Contrata-se estudante de pedagogia que more em Itacaranha ou bairro próximo. Enviar curriculo para ...

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCAR NO SITE: