Bahia

Postado em 03/06/2016 5:00

Pai estupra filha e mata bebê gerado após o abuso!

.

Share Button
Share Button
Tinha exatos 2 meses e 14 dias o bebê encontrado morto, na última quarta-feira, em um matagal no Bairro Novo Horizonte, Zona Sul de Porto Velho. A criança, identificada como Silmara Andrade Monteiro Rocha, morreu, possivelmente, por maus tratos. O pai-avô, Manoel Francisco Rocha de Araújo, que abusava da mãe do bebê desde os 10 anos, já foi condenado a 15 anos de prisão, juntamente com a ex-esposa, pela morte de um outro filho.
De acordo com relatos obtidos com exclusividade, Manoel e a ex-esposa, Elissandra de Andrade Monteiro, foram condenados pela morte de uma criança de um ano de idade, filho do próprio casal. A criança do sexo masculino foi morta por maus tratos. Após a condenação, o casal se separou e Manoel mudou-se com a filha, levando a mãe da bebê Silmara, para o Acre.
Após um bom tempo no Acre, Manoel e a filha retornaram a Porto Velho, já no começo deste ano. Ele levou a filha prestes a dar a luz, à casa de uma irmã. Silmara nasceu em 23 de janeiro. E somente nessa época os demais familiares ficaram sabendo da relação incestuosa.
Ouvida pela polícia, a irmã contou que na última terça-feira, Manoel, a adolescente e a bebê Silmara não mais apareceram na residência. No dia seguinte a criança foi encontrada morta em um matagal.
Neste sábado, agentes da Delegacia de Homicídios com apoio de da Delegacia de Patrimônio deflagraram a “Operação Anjos da Guarda” para comprovar a triste história envolvendo a pequena Silmara. Os policiais no entanto, ficaram estarrecidos ao saber que Manoel Francisco já havia sido condenado, juntamente com a ex-esposa, pelo morte do próprio filho. As diligências policiais deste sábado iniciaram com deslocamento até o município de Canutama, Amazonas, onde vivem os pais de Manoel. Manoel e a filha estão foragidos, e mandado de prisão preventiva contra o pai-avô deve ser expedido pela Justiça.

Galeria de Fotos

BUSCAR NO SITE: