Internacional

Postado em 05/07/2016 7:20

Mulheres são queimadas em gaiolas de ferro por se recusarem a transar com militantes

.

Share Button
Share Button

Um grupo de mulheres da cidade de Mosul, no Iraque, foram queimadas vivas em gaiolas de ferro após terem se recusado a manter relações sexuais com combatentes do Estado Islâmico.

De acordo com informações do site The Independent, os militantes não aceitaram a negativa e executaram publicamente as 19 vítimas yazidis. “Elas foram penalizadas por se recusarem a ter relações sexuais com militantes do Estado Islâmico”, disse Abdullah al-Mall, um ativista local.

De acordo com testemunhas que presenciaram o ato de crueldade, “as meninas foram queimas até a morte, enquanto centenas de pessoas estavam assistindo. Ninguém podia fazer nada para salvá-las dessa brutal punição”.

Galeria de Fotos

Outras Notícias:

Polêmica

Durante culto, pastor liga para Deus usando celular: “Alô, é do céu?”

Um pastor no Zimbabwe ficou famoso em diversos lugares do mundo por conta de uma atitude durante um ...

Mundo

Número de mortos em protestos na Venezuela sobe para 50

Subiu para 50 o número de mortos em mais de um mês de protestos contra o governo do presidente da ...

Mundo

Teste de míssil norte-coreano faz ONU convocar reunião de urgência

O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) convocou neste domingo (14) uma ...

Mundo

Desenho que retrata papa angelical beijando Trump demoníaco aparece em rua de R

Um desenho que retrata o papa Francisco de halo angelical beijando o presidente dos Estados Unidos...

Comentários:

BUSCAR NO SITE: