Internacional

Postado em 05/07/2016 7:20

Mulheres são queimadas em gaiolas de ferro por se recusarem a transar com militantes

.

Share Button
Share Button

Um grupo de mulheres da cidade de Mosul, no Iraque, foram queimadas vivas em gaiolas de ferro após terem se recusado a manter relações sexuais com combatentes do Estado Islâmico.

De acordo com informações do site The Independent, os militantes não aceitaram a negativa e executaram publicamente as 19 vítimas yazidis. “Elas foram penalizadas por se recusarem a ter relações sexuais com militantes do Estado Islâmico”, disse Abdullah al-Mall, um ativista local.

De acordo com testemunhas que presenciaram o ato de crueldade, “as meninas foram queimas até a morte, enquanto centenas de pessoas estavam assistindo. Ninguém podia fazer nada para salvá-las dessa brutal punição”.

Galeria de Fotos

Outras Notícias:

Luto na musica Internacional

Chester Bennington, vocalista do Linkin Park, é encontrado morto

Chester Bennington, vocalista da banda de rock Linkin Park, foi encontrado morto nesta quinta-feir...

Internacional

Uruguai começa venda em farmácias de maconha para consumo recreativo

A partir desta quarta-feira (19/7) os 3,4 milhões de habitantes do Uruguai podem encontrar nas farm...

Lição de Vida

Garçonete serve mendigo sem discriminá-lo; quando ele vai embora deixa um bilh

Seu chefe avisou que se ela alimentasse o mendigo e ele, que mal conseguia se mover, não pagass...

Mundo

Bebê num braço, bomba no outro: o Iraque tem esperança?

Otimismo é um estado de espírito em geral incompatível com o Oriente Médio. Ainda mais para quem...

Comentários:

BUSCAR NO SITE: