Notícias

Postado em 13/05/2016 1:02

Moradores e motorista reprovam mudança no trânsito em Periperi

.

Share Button
Share Button

Na manhã desta quinta-feira (12) a Prefeitura Municipal de Salvador, através da Superintendência de Trânsito de Salvador – Transalvador, iniciou mudanças no trânsito do bairro de Periperi, Subúrbio Ferroviário de Salvador.

As mudanças não agradaram os moradores do bairro, nem os motoristas, nem os pedestres que precisam transitar por uma das ruas modificadas para chegar até o seu destino desejado. Na verdade as novas medidas geram dúvidas e revoltas em algumas pessoas que se sentem prejudicadas.

A Rua Eugênio Birne, uma das mais tradicionais ruas do bairro de Periperi hoje virou uma rua de carros pesados e de ônibus.

Os motoristas que seguem com destino ao bairro da Calçada agora tem que seguir a Rua Frederico Costa, virar a direita e entrar na Eugênio Birne até chegar a Igreja Católica e virar a esquerda na Rua Osvaldo Devai para fazer o retorno.

A Rótula de Periperi agora só será utiliza pelos motoristas como entrada no bairro. A outra entrada com destino a Calçada foi interditada pela Transalvador.

Todos os moradores e motoristas reprovaram a mudança.

Além de ficarem perdidos sem saber que caminho seguir para fazerem o retorno, muitos motoristas realizam a tradicional roubadinha. O que por vários momentos quase ocasionou acidentes.

Outro ponto negativo é o retorno dos ônibus que seguem no sentido Paripe, pois passam por uma boa parte da ciclovia. Logo se um ciclista estiver passando no momento pode ser atropelado.

A prefeitura colocou uma faixa para pedestre na Rua Osvaldo Devai, que faz a ligação com a Avenida Suburbana.

“ O novo trajeto não foi bem esclarecido. Estamos bem perdidos e se sentindo prejudicados”, afirmou a moradora Ana.

” Por pouco não aconteceu um acidente terrível aqui. É preciso estudar melhor essa mudança antes de executá-la”, afirmou Alberto.

” A prefeitura tem que entender quando se trata de vidas, não se pode fazer testes, pois esses podem ser fatais. As pessoas não estão respeitando as placas de sinalização. Os motoristas perdidos estão cometendo erros grosseiros. E nós estamos aqui entregues a própria sorte”, desabafou Carla.

Redação: Nelson Fontes

Galeria de Fotos

BUSCAR NO SITE: