Bahia

Postado em 02/08/2016 7:49

Mais de 2,5 mil portadores de varizes crônicas são beneficiados pelo SUS

.

Share Button
Share Button

Mais de 2,5 mil soteropolitanos já realizaram em Salvador, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), tratamento contra varizes crônicas através de uma técnica eficaz, pouco invasiva e que ainda permite rápida recuperação: a Escleroterapia Ecoguiada com Espuma. O tratamento gratuito é disponibilizado desde 2013 pelo Hospital São Rafael, através de um convênio firmado com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

Os pacientes são triados nos postos de saúde onde já fazem acompanhamento clínico. Os casos que preenchem o perfil para a realização do tratamento são encaminhados ao São Rafael através da Prefeitura, tendo prioridade aqueles que apresentam condição clínica crítica, como úlceras (feridas). A intervenção, que substitui o procedimento cirúrgico convencional e reduz os custos com o tratamento em até 75%, dura poucos minutos e os sintomas desaparecem rapidamente. Para auxiliar na recuperação e maximizar a eficácia do procedimento, o paciente é orientado a usar uma meia de compressão por 60 dias.

“O tratamento é eficaz e de baixo custo. Não é necessária sala operatória, anestesia e internamento. Em vez de retirarmos as varizes cirurgicamente, a inativamos, sem cortes. No ambulatório, injetamos a espuma ecoguiada tratando as varizes e úlceras venosas que são responsáveis pela baixa autoestima da pessoa e até mesmo pelo afastamento do trabalho devido a dores, inchaços, inflamação e diminuição da qualidade de vida. O benefício é o retorno rápido ou imediato às atividades, com um resultado final similar a uma cirurgia”, pontua o médico angiologista Marcelo Liberato, difusor da técnica no Brasil.

Convênio – O convênio entre a Prefeitura e o Hospital São Rafael fez de Salvador a primeira capital brasileira a oferecer o tratamento, beneficiando pacientes do SUS. “Até então os pacientes do sistema público não tinham acesso a este tipo de serviço. É muito comum ver pessoas humildes com ulcerações graves, mas que agora têm acesso a uma tecnologia de ponta permitindo a cura da patologia. Outro benefício significativo é que, com esta técnica, o paciente poderá voltar rapidamente às atividades normais”, comemorou o secretário municipal da Saúde, José Antônio Alves.

Muitos pacientes encaminhados estavam afastados ou aposentados por invalidez. Após algumas semanas de tratamento, retornaram para o convívio social podendo voltar a exercer as suas atividades profissionais com autoestima, confiança e dignidade.

Galeria de Fotos

Outras Notícias:

Campeonato Brasileiro

Vitória Perde para o Curitiba na Arena Fonte Nova

Foi com um golaço de Rildo, no segundo tempo, que o Coritiba bateu o Vitória na Arena Fonte Nova, ...

SSP

Trio é preso passando notas de R$ 100 falsas

Após denúncias de comerciantes lesados, equipes da 7ª Delegacia Territorial (DT) do Rio Vermelho ...

Projeto TAMAR

Exposição conta história da 1ª geração de tartarugas marinhas de sobrenome

'TAMAR 35 anos: Uma homenagem à primeira geração de tartarugas marinhas de sobrenome Tamar' é o ...

São João do Cabrito

Mutirão de limpeza alcança São João do Cabrito nesta sexta (26)

A Secretaria Municipal de Saúde e a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) prosseguem com ...

Comentários:

BUSCAR NO SITE: