Notícias

Postado em 30/09/2016 5:20

Mais de 1,4 mil idosos foram agredidos em Salvador neste ano

Ameaça, lesão corporal, estelionato, apropriação de cartões bancários e uso indevido dos benefícios de pensão ou aposentadoria estão entre as ocorrências mais encaminhadas à delegacia.

Share Button
Share Button

De acordo com dados divulgados pela Delegacia Especial de Atendimento ao Idoso (Deati), já foi ultrapassada a marca de 1,4 mil ocorrências  de agressões registradas em 2016.

Criada há dez anos, a Deati funciona na Rua do Salete, ao lado da Praça dos Barris, e coíbe qualquer tipo e violência contra a pessoa idosa.

A delegada Laura Argôlo, titular da unidade especializada, informou que a Deati recebe denúncias através do telefone 3117-6080 ou pelo Disque-Denúncia (3235-0000). De janeiro a dezembro de 2015, foram registradas 1445 ocorrências, sendo 444 delas referentes a crimes previstos no Estatuto do Idoso (Lei 10.741/03).

Ameaça, lesão corporal, estelionato, apropriação de cartões bancários e uso indevido dos benefícios de pensão ou aposentadoria estão entre as ocorrências mais encaminhadas à delegacia. “A Polícia Civil está atenta às ocorrências contra o idoso, seja na esfera familiar ou na rua, em bancos, transporte coletivo e outros locais públicos”, assinala a delegada Laura Argôlo.

Galeria de Fotos

BUSCAR NO SITE: