Notícias

Postado em 27/05/2016 11:02

Mãe mata filho recém-nascido de um mês com facada

.

Share Button
Share Button

A mãe de um bebê recém-nascido matou o filho com uma facada na Fazenda Boi Bom, localizada na zona rural do município de Itapetinga, no Sudoeste da Bahia. Camila Santos Nascimento, de 18 anos, confessou ter cometido o crime por “ciúmes”. O caso, ocorrido na quinta-feira (26), chocou os moradores da região.

“Eu estava na minha casa. Ele estava dormindo e depois acordou. Eu tirei a roupa dele e levei para o banheiro. Aí eu peguei a faca e cortei ele. Ele estava todo melado de sangue e morreu. Aí eu lavei ele todinho, levei pro quarto, enxuguei, vesti a roupa e coloquei o negócio da fralda dele tampar o corte”, contou a mãe ao site Itapetinga Repórter. Ela admitiu ter forjado a cena do crime para que parecesse que alguém tivesse invadido sua casa e realizado o assassinato.

“Eu fiz todo mundo pensar que alguém entrou dentro de casa e matou ele. Aí eu peguei a faca depois e joguei lá fora no quintal da casa. Depois que todo mundo saiu, peguei a faca e joguei mais longe”, afirmou Camila. “Os irmãos do meu marido, quando iam lá em casa, davam mais atenção a ele do que a mim. Senti ciúme, peguei e fiz isso com ele”, declarou ela, dizendo-se estar arrependida do crime.

Camila foi presa em flagrante, levada para a delegacia de Itapetinga e será encaminhada à Justiça. Segundo o delegado plantonista José Robson, será expedida uma guia para a realização de exames para atestar a sanidade mental ou se houve influência “puerperal”.

Galeria de Fotos

Outras Notícias:

Paripe

SineBahia Móvel finaliza ações de março em Paripe (30 e 31)

Chegou a vez de o subúrbio ferroviário contar com os serviços do SineBahia Móvel. Serão dois di...

Febre Amarela

PARIPE-BARRA-BROTAS: Sobe para três o número de macacos mortos por febre amare

Após a descoberta de um macaco morto por febre amarela na Vila Laura, em Brotas, a...

Lava Jato

Ministério Público Eleitoral pede a cassação de Michel Temer ao TSE

O Ministério Público Eleitoral (MPE) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a cassação do pr...

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCAR NO SITE: