Notícias

Postado em 15/09/2016 6:41

Lula diz que Lava Jato tem objetivo de “acabar com vida política” dele

.

Share Button
Share Button
Depois de ser apontado como “maestro” na corrupção da Petrobras, investigada pela Operação Lava Jato, o ex-presidente Lula afirmou que o objetivo da força-tarefa é “acabar com a vida política do Lula”.
“Eles construíram uma mentira, uma inverdade e está chegando o fim do prazo. Já cassaram o Cunha, elegeram o Temer com o golpe. Agora, precisa concluir a novela. Quem é o bandido e o mocinho? Vamos dar um desfecho. Acabar com a vida política do Lula. Não existe outra explicação por isso. Não sei se eles têm família como eu tenho. Embora eu não os conheça, eu respeitaria mais a família deles”, afirmou, em entrevista coletiva.
Em tom de brincadeira, o ex-presidente chegou a afirmar que “pensou em ir para a China para se esconder”. “Nunca fui vítima de um momento de indignação. Nunca pensei em passar por isso. As pessoas achincalham tanto. Eu estava em Brasília na hora e pensei em ir pra China. Quem inventou a mentira está mais comprometido do que eles pensam”, constatou.
Lula, durante seu discurso, relembrou passagens da sua vida – desde a fundação do PT até a reeleição da ex-presidente Dilma Rousseff. Segundo Lula, o seu sucesso foi o pior para os adversários.
“E ainda tivemos a petulância de pegar uma mulher que diziam que era um poste e reeleger. Reeleger a Dilma era pensar que o Lula ia voltar. Então eles iam tentar truncar. Inventaram uma mentira”, lembrou.
O líder petista relembrou ainda que “fortaleceu” as instituições do país, por acreditar na defesa dos princípios constitucionais. “Eu duvido que nesse país, alguém representado pelo governo da Dilma e do meu, fizeram mais para fortalecer as instituições que defendem o Estado nesse país. Qualquer delegado sabe o que era a Polícia Federal quando cheguei no governo”, relembrou.
RESPEITO À FAMÍLIA E ACERVO – Lula lembrou, durante o discurso, que o seu acervo presidencial está sob suspeita. De acordo com os procuradores do Ministério Público Federal (MPF), a OAS pagou o armazenamento de objetos que Lula recebeu enquanto presidente.
“Até o meu acervo está sob suspeita. Quando eu saí da presidência, eu ganhei presente. Eu não tinha como levar as coisas mais valiosas para a casa. Eu tinha que guardar presente de chefe de estado. Ainda não sei quem foi o santo que conseguiu que o Banco do Brasil aceitasse guardar. Como eu ia levar para casa? Eles falaram do cofre do Lula. Pelo amor de Deus, se o MP quiser o meu acervo, peguem e levem. Aquele prédio que eles têm, coloquem meu acervo lá”, pediu.
O líder petista pediu também respeito à sua esposa, Marisa Letícia. “Eu só quero que respeitem a dona Marisa. Eu não conheço os parentes desses meninos, mas certamente não são melhores que a dona Marisa. Não é fácil você ver uma mulher que foi primeira dama, que nunca disse que queria ser dona disto ou daquilo”, opinou.

Galeria de Fotos

Outras Notícias:

Policia

Polícia prova através de DNA que homem estuprou quatro mulheres

Acusado de estuprar quatro mulheres em três diferentes municípios do interior da Bahia, o desempre...

Nota de Esclarecimento

Obra de recuperação no colégio Odorico será iniciada de imediato, garante SE

A chuva desta quarta-feira (22) provocou a queda da cobertura do ginásio de esportes do Colégi...

Conselho de Enfermagem garante nome social a travestis e transexuais

        Resolução do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) pu...

Educação

Dia Mundial da Água é marcado por ações socioambientais nas escolas estaduai

Os estudantes da rede estadual de ensino realizaram, nesta quarta-feira (22), data em que se celebra...

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCAR NO SITE:

CLIQUE NO X PARA FECHAR