Bahia

Postado em 05/09/2016 11:48

Justiça Federal suspende multa por farol desligado nas rodovias do país

.

Share Button
Share Button

A Justiça Federal em Brasília suspendeu, nesta sexta-feira (2), a cobrança de multa para motoristas que andarem nas rodovias de todo o país com farol desligado. A sentença é provisória e determina que a punição só pode ser aplicada quando as estradas tiverem sido sinalizadas. A decisão já está valendo.
A Advocacia-Geral da União (AGU) foi notificada nesta sexta, e vai informar os órgãos de fiscalização sobre a mudança. A União também estuda quais são os recursos cabíveis. Até que o caso volte a ser discutido pela Justiça, novas multas não poderão ser emitidas por esse tipo de infração.
A sentença não altera as multas que já foram aplicadas até o momento. O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) informou por meio de nota que vai recorrer. Segundo a nota, a “consultoria jurídica do Ministério das Cidades, juntamente com a Procuradoria Regional da União- 1ª região, irá apresentar, ao longo da semana, ao Tribunal Regional Federal da 1ª região, pedido de suspensão de liminar. O entendimento é de que tal decisão provisória não leva em consideração o bem coletivo e a segurança no trânsito. A intenção da aplicação da Lei é preservar vidas aumentando as condições de segurança nas rodovias, estradas e ruas do País.”

Galeria de Fotos

Outras Notícias:

Arte

Obras estudantis são expostas na Assembleia Legislativa e revelam os encantos d

A ambiência sertaneja – conduzida por paisagens, símbolos e tipos sociais – é representada em...

Base Naval de Aratu

Campeonato Baiano de Stand Up Paddle movimenta a praia de Inema

Mais um grande evento de esporte vai integrar a programação do Festival da Cidade 2017, promov...

Caso do Goleiro Bruno

Mãe de Eliza Samudio entra com novo recurso contra soltura de Bruno

      A mãe da ex-modelo Eliza Samudio entrou com um recurso pedindo, n...

Imposto

Brasileiros já pagaram R$ 500 bi em impostos só este ano

      O Impostômetro, da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), m...

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCAR NO SITE:

CLIQUE NO X PARA FECHAR