Notícias

Postado em 15/10/2015 2:26

Jovem matou os pais após ameaça de internação em clínica de reabilitação

.

Share Button
Share Button

Após receber alta de uma clínica para tratamento de dependentes químicos onde estava internado, o jovem Gustavo Ferracine, de 28 anos, matou os pais em Sales Oliveira, interior de São Paulo. Sônia Roseli Corbacho Ferracine, 49, e Álvaro Ferracine Filho, 58, ameaçaram internar o filho de novo porque um dia depois de sair da clínica Gustavo voltou a usar drogas como crack e cocaína.

Durante uma discussão sobre o assunto com os pais no domingo (11), o rapaz esfaqueou e matou os dois dentro de casa. “Ele estava tendo recaídas, e o pai e a mãe disseram que iam interná-lo novamente. Inclusive, na noite em que ocorreu as mortes, os pais disseram que iam ligar para o pessoal da clínica buscá-lo. Ele, como tinha usado droga, ficou com medo de ser internado, pegou as facas e o martelo para se defender”, disse ao G1 o delegado Vinícius Marini.

Gustavo matou os pais no quarto do casal, onde os corpos foram achados na manhã da terça-feira. Em depoimento em Ribeirão Preto, onde foi preso, o suspeito disse que estava sob efeito de crack. “Em determinado momento, o pai ofendeu ele dizendo que era drogado, ‘noiado’, e ele partiu para cima do pai”, diz o delegado.

O rapaz fugiu com o carro da família e foi preso na terça-feira (13) em um motel na companhia de duas mulheres e um homem, que foram ouvidos e liberados.

Gustavo era filho único do casal, com quem aparentava ter uma boa relação. Em 10 de agosto, antes de ser internado na clínica, ele publicou uma foto com a mãe em uma rede social, fazendo declaração de amor. “Mãe, você é aquela que supriu sempre minhas necessidades. É aquela que me deu a vida, amor, cuidado, enxugou minhas lágrimas, corrigiu meus erros, me levantou de meus tombos, me deu conselhos, disse não na hora certa”, escreveu.

O delegado conta que a família não tinha histórico de problemas. No depoimento, Gustavo disse que a família era muito unida e que só cometeu o crime porque estava drogado, em um momento de fúria. “Ele falou exatamente isso: que o pai e a mãe nunca levantaram a mão para ele, nunca agrediram ele, nunca tiveram nenhum problema desse tipo. Foi uma discussão de momento, em que ele se sentiu ofendido pelo pai”, relata.

Preso, o rapaz disse estar arrependido pelo crime e afirmou que acertou a mãe porque ela tentou intervir quando ele atacou o pai. “Eu acabei com a minha vida”, lamentou. Os corpos dos pais foram enterrados no fim da tarde de terça, em Sales Oliveira.

Outras Notícias:

Protesto

Em evento de ACM Neto, vereador impede crianças de protestarem por fardamento

Durante a entrega de uma geomanta em uma encosta no bairro de Luís Anselmo, evento que contou c...

Fazenda Coutos

Após a morte de três suspeitos de envolvimento com o tráfico comparsas decidi

Após a morte de três suspeitos de envolvimento com o tráfico na noite desta sexta-feira (21), os ...

Plataforma

Cinco pessoas são atingidas por descarga elétrica em Plataforma; duas morrem

Na tarde deste sábado (22), duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas após sofrerem uma...

Conjunto Senhor do Bonfim

Vejam o Vídeo; Moradora do Conjunto Senhor do Bonfim no Subúrbio Ferroviário

Vejam o flagrante de uma câmera de Segurança de uma residência  o momento em que uma moradora do...

Comentários:

BUSCAR NO SITE: