BUSCAR NO SITE:

Esportes

Ginastas acusam ex-técnico da seleção brasileira de abuso sexual

Postado em 30/04/2018 21:11 - Atualizado em: 30/04/2018 21:11
Share Button

O ex-técnico da seleção brasileira de ginástica artística Fernando de Carvalho Lopes foi acusado de ter cometido abusos sexuais contra cerca de 40 adolescentes. As informações foram reveladas no Fantástico , da Rede Globo, deste domingo. Ao todo, foram quatro meses de investigação.

Ex-técnico da seleção de ginástica, Fernando de Carvalho Lopes é acusado de abuso sexual
Reprodução

Ex-técnico da seleção de ginástica, Fernando de Carvalho Lopes é acusado de abuso sexual

O  ex-técnico está afastado de suas funções da seleção desde julho de 2016, quando foi denunciado por tocar inapropriadamente as partes íntimas de crianças e adolescentes. Os assédios aconteciam no banheiro e na sauna do ginásio de treinamentos, no Clube Mesc, em São Bernardo do Campo (SP).

De todas as 40 vítimas que confirmaram os abusos por parte do treinador, 10 levaram o caso à Justiça. O Ministério Público de São Paulo está investigando as denúncias.

 

“Ele me mandou tomar um banho de banheira para relaxar. De repente, ele entra na banheira. Como se fossem duas crianças para brincar. Já acordei com ele, não sei quantas vezes, com a mão dentro da minha calça”, afirmou o atleta Petrix Barbosa, de 26 anos, que atualmente treina nos Estados Unidos.

“Ele apalpava. Toda hora era mão nas nádegas do menino”, disse o pai de uma das vítimas, que não quis ser identificado. Ainda segundo a reportagem, Fernando pedia para ver o órgão genital dos atletas para analisar qual tipo de treinamento o aluno deveria passar.

Versão dele

De acordo com o ex-técnico da seleção de ginástica, a relação com seus jovens alunos era somente de amizade e negou ter cometido qualquer abuso sexual. “Mas a ponto desse tipo de acusação, eu não tenho o que falar. Acho que eles vão ter que provar”, disse.

 

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) condenaram qualquer caso de assédio. Já o Mesc, afirmou que não recebeu nenhum relato de abuso envolvendo Fernando, que exerce um cargo administrativo no clube.

Caso nos EUA

Em fevereiro, o ex-médico da seleção norte-americana de ginástica Larry Nassar foi condenado a 125 anos de prisão por ter abusado sexualmente de 265 garotas. Pode ser um bom exemplo para uma investigação séria sobre as acusações contra o ex-técnico .

Fonte: Esporte – iG 

Outras Notícias

Anunciantes Premium!


Coloque o seu Anúncio aqui!

BUSCAR NO SITE: