Internacional

Postado em 13/07/2017 1:01

Garçonete serve mendigo sem discriminá-lo; quando ele vai embora deixa um bilhete revelando sua verdadeira identidade e ela cai no choro

.

Share Button
Share Button
  • Seu chefe avisou que se ela alimentasse o mendigo e ele, que mal conseguia se mover, não pagasse, seria descontado do seu salário. Ela disse que tudo bem.
  • A história

  • Isto aconteceu com Maria, uma garçonete no Texas, EUA, e a notícia foi coberta pela mídia.
  • Maria estava trabalhando no restaurante como sempre, quando um homem que mudaria sua vida, entrou.
  • Com má aparência, mau cheiro e quase sem conseguir caminhar, este mendigo entrou no restaurante e sentou-se em uma mesa. Maria se aproximou assim como fazia com o restante dos clientes e lhe disse educadamente:
  • “Meu nome é Maria, se precisar de algo estarei aqui para atendê-lo”.
  • O homem notou que o restante dos empregados olhava para ele com cara feia e ninguém queria atendê-lo. De acordo com a mesma fonte, o responsável pelo restaurante esclareceu à garçonete que se o mendigo não tivesse como pagar seu pedido, o dinheiro sairia do bolso dela. Maria concordou com a ordem.

  • O que aconteceu depois

  • O homem comeu o que havia pedido, pagou e foi embora. Para surpresa de todos, ele não apenas pagou, mas deixou uma gorjeta de 100 dólares para sua garçonete debaixo dos pratos já vazios.
  • Embora a gorjeta fosse importante, ainda mais vindo de alguém que duvidavam que tinha dinheiro suficiente para pagar sua conta, isso não foi o mais impressionante.
  • “Querida Maria, eu a respeito muito e você também se respeita, é evidente pela forma em que você trata os outros. Você encontrou o segredo da felicidade. Seus gestos bondosos irão guiá-la entre os que a conhecerem.”
  • O cartão tinha sido assinado pelo próprio dono do restaurante

  • O dono tinha se disfarçado de mendigo e observou seu próprio restaurante para verificar a qualidade que seus empregados tinham na hora de atender o cliente.
  • Maria não tinha a mínima ideia de quem ele era na verdade, mas isso não importava para ela. Não importou na hora de não discriminá-lo, nem na hora de saber que se este senhor não pagasse, seria ela quem teria que pagar por ele.
  • Sua boa decisão não apenas lhe rendeu os cem dólares de gorjeta, mas também a promoveram como gerente do mesmo restaurante no qual só ela servia às mesas. Sua vida mudou para sempre.
  • Uma grande lição que todos deveríamos imitar

  • Na próxima vez que encontrar um mendigo na rua, verei com outros olhos. Não porque talvez ele possa ser o dono da cidade ou alguém famoso se escondendo atrás de uma fantasia, porque sendo honestos, a maioria das pessoas sem lar são quem parecem ser. No entanto, tratar aos demais com o mesmo respeito que gostaríamos de ser tratados, muda mais a nossa vida do que a de quem recebe esse respeito da nossa parte.
  • “Você encontrou o segredo da felicidade”, diz o bilhete, e definitivamente tratar o nosso próximo com o mesmo amor e respeito que nós acreditamos merecer, é um dos maiores passos em direção a nossa felicidade.

Outras Notícias:

Luto

Morre o ator John Heard, aos 72 anos, de ”Esqueceram de mim”

O ator norte-americano John Heard foi encontrado morto em um quarto de hotel na cidade de Palo Alto,...

Luto na musica Internacional

Chester Bennington, vocalista do Linkin Park, é encontrado morto

Chester Bennington, vocalista da banda de rock Linkin Park, foi encontrado morto nesta quinta-feir...

Internacional

Uruguai começa venda em farmácias de maconha para consumo recreativo

A partir desta quarta-feira (19/7) os 3,4 milhões de habitantes do Uruguai podem encontrar nas farm...

Mundo

Bebê num braço, bomba no outro: o Iraque tem esperança?

Otimismo é um estado de espírito em geral incompatível com o Oriente Médio. Ainda mais para quem...

Comentários:

BUSCAR NO SITE: