Bahia

Postado em 15/09/2016 7:08

Estudantes da rede estadual homenageiam os 100 anos do samba

.

Share Button
Share Button

Este ano, um dos ritmos mais populares do Brasil, o samba, está completando 100 anos de existência. Para valorizar esta musicalidade criada pelos escravos africanos que chegaram à Bahia, os estudantes do Colégio Estadual Professora Elizabeth Chaves Velozo, situado em Salvador, promoveram nesta quinta-feira (15), apresentações musicais e rodas de samba do projeto “100 anos de samba”.

De acordo com o professor de História, Iuri Medeiros Sacerdote, a atividade interdisciplinar tem o objetivo de fazer um resgate histórico e cultural do samba de raiz. “O projeto busca inserir a música na atividade pedagógica de forma lúdica. Além disso, mostra a riqueza do samba e a valorização da cultura do nosso povo”, destaca o educador, ao informar que os estudantes pesquisaram sobre os tipos de samba, construíram instrumentos e compuseram músicas parta as apresentações.

O evento ainda contou com o “Museu do Samba” montado em uma das salas de aula, onde os estudantes apresentaram os instrumentos musicais que dão ritmo e imprimem a sonoridade característica do samba. Dentre eles, destacam-se o bandolim, tantã, atabaque, agogô, repique, pandeiro, banjo e outros. Já a escola de samba “Unidos de Itapuã” animou a comunidade escolar com seu variado repertório musical ao formar rodas de samba com os estudantes.

Para a estudante Maria Luiza Aleixo, 15 anos, do 9° ano, o projeto contribui para o enriquecimento cultural. “O samba é muito importante para a nossa cultura porque foi trazido há muitos anos atrás pelos africanos e é conhecido no mundo todo como uma referência ao Brasil. Por isso, reconhecer o que é nosso é essencial”, afirma.

Para Luiz da Costa, 15, também do 9°, acredita que “o samba deveria ser mais destacado nas atividades culturais porque faz parte da nossa história, pois, é uma forma de valorizar os nossos antepassados que nos deixaram esse estilo musical que é muito interessante e agrada a todos”, diz o estudante.

Sobre o samba – O primeiro samba brasileiro intitulado “Pelo telefone” foi registrado em novembro de 1916 pelo compositor Ernesto Joaquim Maria dos Santos, conhecido como Donga. Em 2015, o samba foi reconhecido como Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Mostra fotográfica – com a mesma temática, os estudantes da Escola Estadual Severino Vieira participam, nesta sexta-feira (16), às 10h, da Mostra de Fotografias e Pinturas do Projeto Quintal do Samba. As fotos foram registradas pelos estudantes com telefones celulares e revelam suas impressões sobre o samba.

Outras Notícias:

Ilha Amarela

Prefeito ACM Neto & Vereador Palhinha entrega Praça aos Moradores do Bairr

Nesta noite de Terça-feira (25), por volta das 18h00min, mesmo debaixo de chuva os moradores da Rua...

Mister do Guetto

Agência de modelos baiana lança segunda edição de concurso

Sucesso absoluto na primeira edição o concurso Mister Do Guetto ganha mais uma edição, criada pe...

Paripe

Upa de PARIPE completa um ano e em comemoração realizará uma feira de Saúd

Será realizado no dia 27 de Julho (QUINTA FEIRA), Na Unidade de Pronto atendimento (UPA) de Paripe,...

Luto no Esporte

Morre em São Paulo o ex-goleiro Waldir Perez

O ex-goleiro Waldir Perez, campeão brasileiro em 1977 pelo São Paulo Futebol Clube, morreu na tard...

Comentários:

BUSCAR NO SITE: