Notícias

Postado em 26/09/2016 1:44

Entenda as regras da aposentadoria proporcional que já estão em vigor em 2016

Nova regra se baseia num sistema de pontos que soma tempo de contribuição com idade.

Share Button
Share Button

Algumas mudanças na legislação trabalhista, que já estão sendo aplicadas neste ano de 2016, deixam o trabalhador que está prestes a se aposentar com muitas dúvidas acerca das novas regras. Se você pretende se aposentar em breve, o solucione todas as dúvidas acerca da nova aposentadoria proporcional.

As alterações constitucionais acerca das novas regras da aposentadoria proporcional aconteceram no ano de 2015, mas passaram a ser aplicadas este ano. Com a vigência da Medida Provisória nº 676/2015, publicada no diário oficial em 18/06 mudaram as novas regras na concessão de benefícios da Previdência Social.

A partir desta data a concessão da aposentadoria por tempo de contribuição está submetida à chamada “Regra 85/95”. Mas isto não quer dizer que a aposentadoria necessariamente deva ser aos 85 anos para mulheres e aos 95 anos para os homens.

Como funciona

A regra 85/95 progressiva atribui pontos sobre a idade e sobre o tempo de contribuição dos segurados. Agora, o trabalhador em vias de aposentar deve alcançar os pontos necessários para garantir o benefício de forma integral, sem aplicar o fator previdenciário.

Assim, o trabalhador deverá somar 85 pontos, somando idade e tempo de contribuição, se for mulher, e 95 pontos se for homem até dezembro de 2016. A partir daí, a cada ano, será necessário fazer um ponto a mais, até 2022, quando a progressão para de acontecer e será necessário somar em tempo de contribuição e idade 90 pontos para as mulheres e 100 pontos para os homens.

Para entender melhor: até dezembro de 2016, para que consiga se aposentar por tempo de contribuição, sem que incida o fator previdenciário, o segurado vai precisar somar 85 pontos se for mulher, e 95 se for homem. Já em 2007, para que incida o fator previdenciário, a soma da idade e do tempo de contribuição deve ser de 86 para mulheres e 96 para homens.

Esta escala vai sendo acrescida de um ponto por ano até 2022, quando a soma entre idade e tempo de contribuição para mulheres deve atingir 90 pontos e para homens, 100 pontos, conforme tabela abaixo:

Até dez/2016 – Mulher: 85/ Homem: 95

De jan/2017 a dez/18 – Mulher: 86/ Homem: 96

De jan/2019 a dez/19 – Mulher: 87/ Homem: 97

De jan/2020 a dez/20 – Mulher: 88/ Homem: 98

De jan/2021 a dez/21 – Mulher: 89/ Homem: 99

De jan/2022 em diante – Mulher: 90/ Homem: 100

Não existe mudança, portanto, para receber aposentadoria integral: as mulheres precisam contribuir por pelo menos 30 anos, e os homens por pelo menos 35. A estas idades deverá ser somado o tempo de contribuição.

Justificativas
De acordo com a Previdência Social, a mudança na aposentadoria aconteceu para garantir uma previdência sustentável e contas equilibradas para o futuro, assegurando a aposentadoria dos trabalhadores atuais, seus filhos e netos.

Ainda segundo a previdência, vários países estão alterando o modelo de previdência por conta do aumento da expectativa de vida e da transição demográfica. As pessoas estão, portanto, vivendo mais e recebendo aposentadoria por um tempo maior, aumentando os custos da Previdência.

Tal modelo é estático, uma vez que existe a expectativa do aumento de vida do brasileiro. Além disso, conforme estudos do Ministério do Planejamento sem a progressividade, o Brasil teria um gasto extra de R$ 100 bilhões até 2026.

Fonte: Varela Notícias

Outras Notícias:

Copa do Rei

Barcelona vence o Alavés e conquista a Copa do Rei na despedida de Luís Enriqu

Não foi do jeito que o torcedor queria, mas o Barcelona fechou a temporada com um título. Neste s...

Maio Amarelo

Passeio do Maio Amarelo deve receber 500 ciclistas neste domingo

Quinhentos ciclistas são esperados no passeio de bike, realizado pela Transalvador, com apoio do Mo...

Conta de Luz

Conta de luz não terá taxa extra em junho

A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz no mês de junho será a verde, o que sig...

Mega Sena

Mega-Sena, concurso 1.934: ninguém acerta seis dezenas e prêmio vai a R$ 65 mi

Ninguém acertou as dezenas do sorteio 1.934 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (27), em...

Comentários:

BUSCAR NO SITE: