Notícias

Postado em 27/09/2016 1:49

Empresários suspeitos de lavarem R$21 milhões são presos com 30 quilos de cocaína

A ação, que visava cumprir mandados de busca e apreensão, prendeu em flagrante Vera Lúcia Pereira do Nascimento, José Faustino Alves, Jerry Araújo Barbosa, Elizan Martins de Souza e Carlos Sérgio Tavares de Araújo.

Share Button
Share Button

Oito pessoas foram presas nesta segunda-feira (26), durante a Operação Hades, deflagrada pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e Grupo Especial de Repressão às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público da Bahia, com o objetivo de desarticular quadrilhas que atuavam com tráfico de drogas e lavagem de dinheiro nas cidades de Irecê, Morro do Chapéu, Feira de Santana, Luís Eduardo Magalhães e Salvador.

A ação, que visava cumprir mandados de busca e apreensão, prendeu em flagrante Vera Lúcia Pereira do Nascimento, José Faustino Alves, Jerry Araújo Barbosa, Elizan Martins de Souza e Carlos Sérgio Tavares de Araújo (os dois últimos também por mandado de prisão). Com eles, foram apreendidos 30 quilos de cocaína, uma pistola calibre 380, um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 12, além de um veículo VW Amarock.

Também foram presos, por força de mandados de prisão, Leonardo Novaes Oliveira Silva, Zilvânia Oliveira Santos e Maria da Soledade Coutinho. A quadrilha investigada é suspeita de ter movimentado R$ 21 milhões em atividades relacionadas à lavagem de dinheiro do tráfico, através de diversas empresas que estavam sendo utilizadas com essa finalidade.

A operação foi desenvolvida com o apoio do Ministério Público de Irecê e da 14ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Irecê).

BUSCAR NO SITE: