Bahia

Postado em 02/04/2016 12:26

Devido à greve de servidores, Transalvador não realiza blitze de alcoolemia há 18 dias

.

Share Button
Share Button

Com parte dos seus funcionários em greve, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) não realiza blitze de alcoolemia desde o dia 15 de março. Segundo o superintendente Fabrizzio Muller, nos últimos 18 dias esta é a única operação do órgão que não está acontecendo normalmente. “As operações estão normais. As únicas que sofreram interrupção foram as blitze de alcoolemia”, relata. Ele aponta cerca de 60% dos funcionários estão trabalhando. No entanto, parte dos responsáveis por realizar as blitze de alcoolemia está parada, o que inviabiliza as operações. O superintendente ressalta que a greve não impede a realização de testes de alcoolemia em casos de emergência. “Em caso de acidente ou de suspeita, qualquer agente está apto a fazer o teste de alcoolemia”, explica Fabrizzio. Durante o Carnaval, a Transalvador ficou dois dias sem realizar blize de alcoolemia por conta de uma paralisação dos seus servidores. O Sindicato dos Servidores da Prefeitura do Salvador (Sindseps) decretou greve da categoria no dia 10 de março. Entre as reivindicações dos trabalhadores estão um aumento salarial e reajuste no auxílio alimentação. O prefeito ACM Neto alega que não vai atender as demandas para não prejudicar a gestão financeira da prefeitura. Para o superintendente da Transalvador, no entanto, existe a expectativa de que a paralisação termine “em breve”.  “A gente tem visto que muitos estão voltando ao trabalho”, comentou Fabrizzio.

Galeria de Fotos

BUSCAR NO SITE: