BUSCAR NO SITE:

Polícia

Delegado explica como funciona Whatsapp da polícia para denunciar assaltos a ônibus em Salvador

Postado em 12/09/2018 21:45 - Atualizado em: 12/09/2018 21:45
Share Button

 

Os passageiros das linhas de ônibus de Salvador passaram a contar com uma nova ferramenta para fazer denúncias de assaltos a coletivos. Nesta terça-feira (11), o Grupo de Repressão a Roubo em Coletivos (Gerrc) da Polícia Civil, divulgou o número de telefone (71) 3117-6637, onde os usuários poderão fornecer informações de crimes dentro do transporte público através do aplicativo Whatsapp.

De acordo com o coordenador do Gerrc, delegado Glauber Uchiyama, após o recebimento da denúncia, policiais serão encaminhados até o local do crime. “Nós recebemos a informação e passamos para às equipes de campo que estão nas áreas. A equipe que estiver mais próxima do local do fato vai se deslocar para atender essa ocorrência”, explicou. “No entanto, é bastante tomar cuidado para não manusear o telefone na frente do bandido, para não chamar a atenção”, acrescentou.

Para fazer a denúncia é imprescindível o passageiro informar a maior quantidade de dados possíveis. “A linha do ônibus, a empresa e o local com ponto de referência para chegarmos o mais rápido possível”, ressaltou.

Ainda segundo o delegado, até o dia 26 de agosto de 2018 foram registrados 1239 assaltos a ônibus em Salvador. Já em 2017, foram 1928 casos contabilizados pelo Gerrc.

“Essa ferramenta é mais uma para auxiliar no processo de investigação. Os índices estão bons. Comparado o primeiro semestre desse ano com o mesmo período do ano passado, tivemos uma redução de 38% no número de assaltos a ônibus. É uma redução bastante significativa e isso se deve ao trabalho conjunto das Polícias Civil e Militar e isso tem trazido resultados satisfatórios”, afirmou.

O delegado ainda alertou sobre a importância de as vítimas realizarem o registro da ocorrência junto a uma delegacia. Conforme Uchiyama, nos últimos dois meses cerca de 30 aparelhos celulares foram resgatados e devolvidos aos proprietários. “Todas as vítimas de assaltos a coletivos podem registrar a ocorrência em qualquer delegacia. Depois a própria unidade onde essa pessoa registrou o BO encaminha a ocorrência para o Gerrc. É muito importante o registro dessas ocorrências, até porque estamos recolhendo muitos aparelhos celulares que são subtraídos nos ônibus. Então, com a identificação das vítimas, é possível fazermos a devolução dos aparelhos”, disse.

Por: Adenilson Nunes e Vagner Souza/BNews Por: Diego Vieira

Outras Notícias

Anunciantes Premium!


Coloque o seu Anúncio aqui!

BUSCAR NO SITE: