Notícias

Postado em 28/03/2016 4:17

“Dava muito conselho e ela ria”, diz mãe da menina de 12 anos morta com o namorado em São Caetano

.

Share Button
Share Button
Kaylane Beatriz da Silva Araújo, de 12 anos, já tinha sido alertada pela mãe sobre o perigo de se envolver com pessoas erradas. Na madrugada deste sábado (26), ela foi assassinada na companhia do namorado Alisson Barbosa de Jesus, 16, na Boa Vista de São Caetano.
Segundo Avani Costa da Silva, 30, a filha morava com a avó paterna em São Caetano desde pequena, mas, por conta do envolvimento com algumas amizades, Avani resolveu levar a menina para morar com ela no bairro de Valéria. “Ela chegava em casa com dinheiro, roupa nova e ninguém sabia como ela conseguia”, explica.
Kaylane chegou a passar um ano com a mãe, mas recentemente fugiu de casa e voltou a morar com a avó, próximo ao local do crime.”Eu cheguei a dar queixa do desaparecimento. Dava muito conselho a ela e ela ria”, lamenta a mãe da adolescente. Ainda de acordo com Avani, a menina estava matriculada em uma escola, mas não frequentava as aulas.
Na noite de sexta-feira (25), a adolescente foi para a casa do namorado, que, segundo a mãe, tem envolvimento com tráfico de drogas. “Foram para matar ele e mataram ela também”, conta. O enterro de Kaylane será às 15h, no cemitério de Periperi. Além dela, Avani tem mais quatro filhos.
O crime
O casal de adolescentes foi executado com cerca de 50 tiros na madrugada de hoje, na Boa Vista de São Caetano. Segundo informações da 9ª Companhia Independente da Polícia Militar (Pirajá), o crime aconteceu por volta das 2h, na Travessa Garibaldi Gordilho, em uma localidade conhecida como Formiga.
Ainda de acordo com a polícia, eles foram cercados por um grupo de 10 homens armados. Porém, apenas dois teriam efetuado os disparos contra as vítimas. O rapaz foi o mais atingido pelos tiros. Eles morreram no local do crime.
Ainda não há informações sobre a motivação do crime, mas a polícia acredita que haja relação com o tráfico de drogas na região. O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Com informações do repórter Daniel Silveira
Fonte : Correio da Bahia

Galeria de Fotos

BUSCAR NO SITE: