BUSCAR NO SITE:

Esporte Clube Bahia

Bahia empata com o Cerro e passa para as oitavas da Sula

Tricolor segurou a pressão no segundo tempo e agora espera por Botafogo ou Nacional-PAR .

Postado em 08/08/2018 23:43 - Atualizado em: 08/08/2018 23:43
Share Button

O primeiro jogo da história do Bahia em solo uruguaio terminou feliz para os tricolores. Na noite desta quarta-feira (8), o Esquadrão empatou com o Cerro por 1×1, no estádio Luís Troccoli, em Montevidéu, e garantiu classificação para as oitavas de final da Copa Sul-Americana. Zé Rafael marcou o gol baiano no primeiro tempo e Paiva descontou para os uruguaios na segunda etapa. Na próxima fase, o Bahia vai enfrentar o vencedor de Nacional-PAR e Botafogo.

A vantagem de dois gols construída no primeiro jogo e a maratona de jogos que o tricolor tem enfrentado fez com que o técnico Enderson Moreira colocasse em campo um time modificado, sem quatro titulares. Logo no início do duelo o tricolor passou por um susto. Na dividida com o atacante Ciganda, Anderson caiu feio no gramado e precisou de atendimento médico. Depois disso, o Esquadrão não demorou muito para mostrar as suas armas.

Aos 12 minutos Edigar Junio desceu em rápido contra-ataque e ficou de cara com Irrazábal, mas chutou fraco e facilitou a defesa. A mesma a sorte o goleiro uruguaio não teve seis minutos depois. No passe de Régis, Zé Rafael experimentou de fora da área e contou com o desvio no zagueiro para abrir o placar e aumentar a vantagem para o tricolor.

Com o prejuízo no placar, o Cerro passou a apelar para a pancadaria, cometendo muitas faltas. Com a bola no chão, os uruguaios tinham dificuldade em criar as jogadas. Aos 29 minutos Zazpe aproveitou a bola rebatida na área e chutou forte, mas Tiago apareceu para cortar. Minutos depois foi a vez de Paiva bater falta direta e obrigar Anderson fazer boa defesa.

Enquanto isso, o Bahia passou a administrar o placar, explorando as jogadas pelas pontas com Elber e Zé Rafael. Antes do fim do primeiro tempo o tricolor ainda teve mais uma boa chance. Régis lançou Edigar Junio que ia saindo livre, mas na hora do chute a defesa uruguaia conseguiu cortar. No lance, Edigar caiu na área e ficou pedindo pênalti, mas o juiz mandou seguir.

Pressão uruguaia
Na segunda etapa o Bahia precisou enfrentar, além do Cerro, o frio e a chuva que começou a cair na capital uruguaia. O panorama da partida, no entanto, seguiu o mesmo. Aos três minutos Régis cobrou falta na área e Nilton, de cabeça, por muito pouco não anotou o segundo do tricolor. Aos 13 minutos o tricolor ficou em desvantagem numérica quando Nilton recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Com um jogador a mais, o Cerro chegou ao gol. Aos 15 minutos a defesa do Bahia errou na saída de bola, López tocou para Paiva que deixou Tiago na saudade e chutou forte para empatar a partida. O gol animou os uruguaios, que passaram a pressionar mais no ataque. Aos 25 minutos Franco recebeu na grande área e bateu cruzado. A bola tirou tinta da trave de Anderson. Três minutos depois Ciganda chutou da entrada da área e Tiago tirou em cima da linha.

Apesar da pressão, o Bahia conseguiu segurar o empate e confirmou a classificação para a próxima fase da Copa Sul-Americana. O próximo compromisso do tricolor será neste sábado (11), quando o recebe o América-MG, às 19h, na Fonte Nova, pelo Campeonato Brasileiro.

Outras Notícias

Anunciantes Premium!


Coloque o seu Anúncio aqui!

BUSCAR NO SITE: