Esportes

Postado em 08/09/2015 8:39

Atletismo baiano conquista medalha inédita nos Jogos Escolares

Pela primeira vez a modalidade esportiva marca presença num podium de premiação da etapa nacional.

Share Button
Share Button

Para o atletismo baiano, a edição de 2015 dos Jogos Escolares da Juventude na faixa etária de 12 a 14 anos entrou para a história – pela primeira vez a modalidade esportiva marca presença num podium de premiação da etapa nacional da competição, no domingo (6) em Fortaleza (CE). Com o tempo de dois minutos, quarenta e quatro segundos e 70 milésimos, Alessandro da Silva Souza, 14 anos, conquistou o terceiro lugar, ficando com a medalha de bronze.

A natação baiana também voltou a fazer bonito na competição, com Thiago da Silva conquistando a terceira medalha de prata na competição (duas em provas de 200 metros livres e uma no revezamento 4 x 100). Ao todo, a Bahia conquistou um total de oito medalhas – quatro pratas para natação, duas pratas para o judô e duas bronze (judô feminino e atletismo).

Alguns dos atletas baianos que participam da competição são apoiados pelo Governo do Estado, por meio do Programa Estadual de Incentivo, Fazatleta, programa que tem gestão da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado (Setre). A delegação da Bahia soma 123 estudantes, sendo 59 disputando os jogos individuais e 64, as modalidades coletivas. O grupo viajou para Fortaleza com apoio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia Setre, que cedeu passagens áreas e uniforme.

Aluno do 8º ano da Escola Municipal de Produção, em Jaguarari, a 350 quilômetros de Salvador, Alessandro participou dos Jogos Escolares da Juventude pela segunda vez. Ele e mais 18 meninos e meninas com faixa etária de 12 a 14 anos, moradores dos municípios de Jaguarari, Juazeiro e Salvador–, representaram o atletismo baiano em Fortaleza.

Desse grupo, dez são de Jaguarari. Junto com outros 130 jovens, eles praticam o atletismo no Instituto Internacional do Esporte, Atenção e Formação, chamada município e região como Escolinha de Esporte do Flamengo ou, simplesmente, Escola do Ferrerinha, como é conhecido Antônio Ferreira Bonfim Filho, diretor do projeto de atletismo desenvolvido há 10 anos na localidade. Quarto filho de Ferreirinha, Alessandro não esconde o orgulho de ter o pai como treinador. Ao ser perguntado como é ter o próprio pai como técnico, respondeu, emocionado e com poucas palavras – “é muito bom”.

Os Jogos Escolares da Juventude nesta terça-feira (8), têm início os jogos coletivos. A Bahia participa com uma delegação de 64 atletas femininos e masculinos que irão disputar, até o dia 12, partidas nas modalidades de basquetebol, voleibol, handebol e futsal. A Competição é organizada e realizada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB), correalizados pelo Ministério do Esporte e Organizações Globo.

Campeonato mirim

No próximo domingo (13), Alessandro volta à pista para disputar novamente os 1000 metros rasos pelo Campeonato Baiano Mirim, que acontece em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS) – nessa competição, irão participar 40 jovens de Jaguarari. Quando voltar à sua cidade, retoma treinamento para o Campeonato Norte/Nordeste Mirim, que acontece no início de outubro, em São Luís, Maranhão.

Também o campeonato brasileiro interclubes, que será realizado de 16 a 18 do mesmo mês, em São Paulo, está na mira de Alessandro e de Ferreirinha. Enquanto isso, atleta e técnico do atletismo deixam Fortaleza com uma certeza de que a “missão nessa etapa dos Jogos Escolares foi cumprida”, como enfatizou Ferreirinha

BUSCAR NO SITE: