Notícias

Postado em 05/05/2016 11:22

Após decisão polêmica, WhatsApp poderá ser bloqueado novamente

.

Share Button
Share Button

O brasileiro pode se preparar por um novo bloqueio do aplicativo WhatsApp, utilizado por mais de 100 milhões de pessoas no país, como aconteceu nesta semana e acabou gerando uma série de reclamações dos usuários do aplicativo. Isso porque a disputa deve continuar em uma terceira instância – atualmente está na segunda, no Tribunal de Justiça de Sergipe.

Se os autores da ação contra o WhatsApp a levarem adiante, quem deverá julgar é o Superior Tribunal de Justiça. Se o STJ acatar o novo pedido na íntegra, o WhatsApp pode voltar a ser bloqueado, mantendo a decisão do juiz Marcel Montalvão.

Renato Opice Blum, professor e coordenador do curso de Direito Digital do Insper, disse ao UOL que a decisão do desembargador que liberou o aplicativo ainda deva passar pela apreciação do colegiado do TJ-SE, em um prazo médio de um mês. “Há discussões técnicas baseadas no princípio da informática que debatem a viabilidade de o WhatsApp reverter seu sistema de criptografia e entregar à Justiça brasileira os dados solicitados”, disse.

Galeria de Fotos

Outras Notícias:

Policia

Mulher é presa e homem morre em confornto após tentar assaltar ônibus

Policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc) impediram um roubo a ...

Que absurdo!

Apenas no início do verão, praias de Salvador já acumulam 1,2 mil toneladas d

Mal o verão começou e 1,2 mil toneladas de lixo já foram encontradas pela prefeitura de Salvador ...

Eduardo Campos

Dono de jato de Eduardo Campos fecha delação premiada

Apontado pela Polícia Federal como responsável por entregar propina de empreiteiras ao ex-governad...

Matricula

Começa nesta terça-feira a matrícula na rede estadual de ensino

A Secretaria da Educação do Estado inicia, nesta terça-feira (24), a matrícula na rede estadual...

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCAR NO SITE: