Politica

Postado em 29/02/2016 11:03

ACM Neto apresenta novas tecnologias na “Operação Chuva”: “iremos dar as resposta que Salvador precisa”

.

Share Button
Share Button

Em entrevista coletiva o prefeito da capital, ACM Neto, apresentou o planejamento estratégico para combater deslizamento de encostas, ações preventivas e novas tecnologias. “A cidade utiliza dois sistemas para a proteção das encostas: com as lonas pretas que tem prazo de validade curta e a da contenção da encosta que envolve grande investimento e pesada obra física. Na série de encostas em Salvador elas podem ter sucesso na contenção no novo sistema de mantas como é na Avenida Juracy Magalhaes. Estamos destinando o valor de R$ 7.5 milhões na licitação. Iremos realizar entre 120 e 150 contenções com esse sistema de mantas que envolve drenagem. É um material bastante resistente que garante segurança e evita danos a importantes locais da cidade”,afirmou ACM Neto.

Em relação às encostas que estão em andamento, o prefeito frisou que “obras mais complexas não irão receber esse tipo de manta. É uma solução intermediária porém não se aplica a certos locais que irão receber obras mais completas de construção”.

“O prazo médio para fazer contenção de manta é de 2 dias. Teremos 5 equipes trabalhando na cidade. A cada 2 dias iremos realizar 10 contenções em Salvador”, finalizou.

Galeria de Fotos

Outras Notícias:

Politica

Palhinha defende aumento de vagas em cemitérios municipais

  Com o objetivo de expandir a oferta de vagas nos cemitérios municipais de Salvador, o...

Politica

Audiência Pública discute relação entre violência urbana e falta de vagas n

O aumento do número de mortes violentas na região metropolitana de Salvador é alarmante esse prob...

Politica

VÍDEO: Vereador Palhinha faz pronunciamento sobre fechamento da UPA de Escada b

  O Vereador Orlando Palinha (DEM), se  pronunciou na Câmara de Vereadores de Salvador...

Politica

Vereador indica passarela no São Joaquim

O vereador Orlando Palhinha (DEM) indicou à prefeitura municipal um estudo de viabilidade para cons...

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

BUSCAR NO SITE:

CLIQUE NO X PARA FECHAR