Notícias

Postado em 05/02/2016 10:08

“Presença do público gay poderia ser ainda maior no carnaval”, diz presidente do GGB

.

Share Button
Share Button

O público LGBT é cada vez mais crescente no Carnaval de Salvador e a “invasão colorida” na folia não é mais uma novidade na festa. Dos “becos” do circuito Dodô (Barra-Ondina), aos blocos que desfilam na avenida, o público gay é bastante fiel aos festejos momescos na capital baiana. Em 2016, um tradicional ponto de encontro colorido foi rebatizado para promover a diversidade presente no carnaval. O antigo “Beco da Off”, na rua Dias D’Ávila, próximo ao Farol da Barra, se transformou no ‘Beco das Cores”

Para o presidente do Grupo Gay da Bahia (GGB), Marcelo Cerqueira, o clima da festa é uma dos motivos que atraem tanto o público LGBT. “A gente acha que a presença do público gay poderia ser ainda maior no carnaval por se tratar de uma festa que tem uma brincadeira com a sexualidade muito presente”, disse. Durante a folia, uma grande quantidade de homens desfilam travestidos de mulher pelos circuitos. A brincadeira originou diversos blocos carnavalesco, o mais famoso deles, As Muquiranas, desfila na avenida com cerca de três mil homens.

Se há alguns anos apenas o bloco “Mascarados”, por muitos anos comandado por Margareth Menezes, figurava como “gay friendly”, atualmente as opções para o público gay são bem maiores.  Lidera a lista o bloco Crocodilo, da considerada “rainha do axé” Daniela Mercury. A cantora, assumidamente homossexual, desfila dois dias no bloco reconhecidamente friendly.. Mais recentemente, os blocos das novas musas do axé também foram seduzidos pelos gays. Independentemente do dia, quando o trio é puxado por Ivete Sangalo (Cerveja e Cia e Coruja), Claudia Leitte (Cocobambu e Largadinho) ou Alinne Rosa (Eu vou e Chá Rosa), dentro das cordas, o folião será majoritariamente LGBT.

O GGB preparou uma programação especial para deixar o carnaval ainda mais divertido. Na quinta-feira (4), um trio sem cordas vai festejar a diversidade. Já na segunda-feira (8), será realizado o tradicional Concurso de Fantasia Gay da Bahia, que será encerrado com um baile, na praça Castro Alves, comandado pela cantora Aila Menezes, ex-participante do The Voice Brasil.

“Eu tinha um projeto de fazer uma praça para o público gay, mas reduzimos para um dia de concurso de fantasia gay da Bahia por falta de recurso. Eu acho que a cidade toda tem uma movimentação muito grande de gays durante o carnaval. Tem espaços que se são conhecidos por ter uma presença maior de gays no carnaval, mas espaço é qualquer um. Os gays criam e frequentam qualquer espaço e eu apoio cada vez mais apoio essa coisa da pulverização”, declarou.

Ainda na segunda-feira, serão realizados shows de transformistas apresentações musicais. “Você tem noção do que é organizar um bafão desses?”, brincou Cerqueira.

Galeria de Fotos

Outras Notícias:

Mundo

Explosão deixa mortos e feridos em show na Inglaterra

A polícia de Manchester investiga um “grave incidente” nos arredores da Manchester Arena, duran...

Metrô

Ônibus farão transporte gratuito das estações do metrô para o CAB

O Governo do Estado se responsabiliza, a partir desta terça-feira (23), pelo serviço complementar ...

Greve é descartada

Rodoviários aceitam proposta de 5% e greve é descartada

Após reunião na tarde desta segunda-feira (22), os rodoviários aceitaram a proposta do Ministéri...

Polêmica

VÍDEO: Igor Kannario discute com policial em micareta de Feira: “Sou vereador

Apesar de apresentar um bom comportamento nas últimas aparições, o cantor Igor Kannario voltou a ...

Comentários:

BUSCAR NO SITE: